quinta-feira, 5 de julho de 2012

MISS UNIVERSO ANOS 90 - DESEMPENHO DAS BRASILEIRAS



Diletos amigos e amigas, tudo bem,? Hoje vamos ver e analisar o desempenho das Misses Brasil Universo nos anos 90. Todos nós sabemos das dificuldades que o concurso Miss Brasil passou nos anos 90, inclusive  que não houve eleição no ano de 1990. Foi uma junção de fatores, desde a falta de mídia televisiva  até a carência de patrocinadores, ficando a nossa representante acompanhando milionários e celebridades  para ganhar espaço nos meios de comunicação. Foi uma década perdida literalmente, com exceção para as Misses Brasil 93 e 98, Leila Schuster e Michella Marchi, respectivamente, ambas Top 10. Uma coisa temos de reconhecer - a persistência e a garra dessas misses que iam para o exterior competir com  misses de outros países super preparadas e com todo assessoramento necessário que uma aspirante ao título de Miss Universo precisa ter, inclusive  um guarda-roupa  adequado. O resto deixo para vocês opinarem ok? Abraços

7 comentários:

J. Botafogo. disse...

Década deplorável! Esse período, juntamente com o decadência dos Diários Associados e mais o circo de Sílvio Santos, fez com que a maioria do público mais seleto (+ ou - 98%) se afastasse do Miss Brasil e hoje é a bagunça notada por todos. Infelizmente quem gostava dos eventos de beleza antigos, vive do passado relembrando a glória, o prestígio, o sucesso de uma brasileira participando do Miss Universo, a coordenação de hoje só pensa em cifras e deve gargalhar às custas de quem faz ela, a coordenção, ganhar tanto dinheiro. Infelizmente não pude fazer esse comentário menos contudente, esta é a pura realidade.
Abraços.

Roberto Wagner disse...

Concordo com J.Botafogo,o pior momento do Miss Brasil foi a era Silvio Santos,sem falar nas roupas,nos cabelos, um momento da Moda extremamente de mau gosto.Abraços RW.

Hamilton Mota Mendes disse...

Os comentários acima (made Botafogo e RW) estão corretíssimos. Uma década para esquecer,falta de organização,patrocínio,declínio e outros adjetivos.Espero que a "BAND" dê uma repaginada no concurso e o divulgue. A falta de informação na mídia ( por puro preconceito) afasta a população e nos faz lembrar o tempo que o Brasil parava para assistir o certame no Maracananzinho. São outros tempos,vivemos na era da tecnologia que sempre deleta os áureos tempos,os anos dourados, de saudosa memória. Hamilton.

Anônimo disse...

Essa foi uma década que parece que ainda não acabou. Saiu a era Sílvio Santos e entrou a era GAETA. Qual a pior mesmo? Continuamos assistindo de camarote Concursos de cartas marcadas, com dois estados da federação disputando ano a ano. É o concurso das cifras ($$$$$$).Já teve Miss Brasil casada e até Miss peladona já foi eleita...Não sei não, mas do jeito que a banda toca, cada vez mais fica complicado e cada vez mais a eleita terá cadeira cativa no Miss Universo: na platéia, assistindo a vitória das outras! (Eu sou o DINDO, da Bahia).

J. Botafogo. disse...

Em vez de ¨"esse", leia-se este. Grato.

Anônimo disse...

Evandro, querido, lúcido e oportuno o seu comenário semanal sobre o pior período do Miss Brasil, que foi a década de 90.
Só queria esclarecer uma coisa aos amigos J Botafogo, Roberto, Hamilton e ao Dindo: a bagunça em que transformaram a competição teve como precurssora uma senhora chamada Marlene Brito, a partir de 1989, depois que chegou ao conhecimento do Dono do Baú da Felicidade que àquela "senhora" estava fazendo uma espécie de Caisa 2 do concurso com sua empresa organizando alguns certames nos estados que ela tinha interesse em levar vantagens financeiras sempre incluindo esse seleto grupo entre as semifinalistas, como contrapartida que ela dava se sua empresa fossew aceita para corrodenar o concurso naquele estado. Foi quando o Sílvio Santos a demitiu a acabou o concurso, em 1989. A demissão dela aconteceu num momento delicado para a imagem do SBT, pois revistas como a Veja já publicavam fotos das misses ao lado de alguns milionários setentão, como o sr. Olacyr de Morais, na época conhecido como Rei da Soja do Brasil, e de outras celebridades. Te ve até uma miss semifinalista no Miss Universo ue teve duas cirurgias plásticas pagas por este senhor, assim como sua preparação na Venezuela. )Por conta disso, muitas famílias não permitem que suas filhas participem do Miss Brasil temendo seus nomes serem envolvidos em escândalos ou em negócios nebulosos. Porque a Marlene Brito tinha o controle dos jurados e só ganhava quem se submetesse a namorar com Olacy de Morais ou com outros endinheirados que bancavam o concurso. Mesmo com o aval da Band, serão necessários muitos anos para que o Miss Brasil recupere o respeito, o prestígio e a credibilidade da época de ouro. E pelos últimos resultados, isto está longe de acontecer.
Uma boa semana a todos. Um forte abraço,
Muciolo Ferreira - do Recife

Johnson disse...

Curiosamente pode se observar através das fotos que as notas mais baixas foram as da excordenadora do MB Nayla Micherif, por sinal uma das mais feias Miss Brasil até hoje.

PESQUISE QUALQUER ASSUNTO AQUI NO NOSSO BLOG

,

,

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS UNIVERSO 1967 ##################

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA  MISS UNIVERSO 1967 ##################
SYLVIA LOUISE HITCHCOCK, MISS USA e MISS UNIVERSO (IN MEMORIAM)

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################
CARMEN SÍLVIA DE BARROS RAMASCO, MISS SÃO PAULO e MISS BRASIL

,

,

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

********************************* NOSSAS VICES-MISS UNIVERSO ********************************

********************************* NOSSAS  VICES-MISS UNIVERSO ********************************