quinta-feira, 9 de julho de 2009

MISS BRASIL 74 - O ANO DAS LOURAS



Diletos amigos, que tal relembrarmos o distante ano de 1974 quando pela segunda vez o concurso Miss Brasil foi realizado em Brasília? Pois muito bem, o concurso foi realizado novamente no moderno Ginásio de Esportes de Brasília, com a presença de um público aproximado de 25 mil pessoas. Helena Rubinstein criou o “Maquillage AQUARELLE” especialmente para as candidatas ao título de Miss Brasil. As 27 candidatas desfilaram com os tradicionais maiôs Catalina, confeccionados com exclusividade e bastante coloridos. As oito semifinalistas foram: Misses Brasília, Goiás, Guanabara, Minas gerais, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. As finalistas foram: Brasília, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do sul e São Paulo. O resultado só foi divulgado depois de um segundo escrutínio, sagrando-se vencedora outra Sandra e também de São Paulo. Sandra Guimarães de Oliveira tinha 1,72m de altutra, 88cm de busto, 62cm de cintura e 88cm de quadris e pesava 59 quilos. A segunda colocada foi a gaúcha Janeta Eleomara Hovler, representante do Brasil no Miss Beleza Internacional. Em terceiro lugar outra loura, Mariza Sommer (prima da atriz alemã Elke Sommer), Miss Brasília e nossa representante no Miss Mundo. Em quarto lugar Miss Paraná, Silmara Camargo e em quinto Miss Mato Grosso, Rosa Aparecida Azevedo. Sandra Guimarães foi a Manilha nas Filipinas participar do Miss Universo e segundo notícia divulgada por sua genitora, Sandra havia declarado na entrevista das preliminares que não queria ser Miss Universo, daí não haver entrado sequer no Top 12. A loura paulista tinha temperamento rebelde, segundo a mesma reportagem da revista Fatos & Fotos, a própria mãe da miss disse que Sandra considerava-se a “anti-miss”. Apenas Mariza Sommer conseguiu salvar a pátria neste ano de 74 ao classificar-se entre as semifinalistas do Miss Mundo. Abraços
Crédito das fotos: revista Manchete

12 comentários:

Hamilton Mota Mendes disse...

Evandro conhecí pessoalmente Mariza Sommer na boite Le Bateau,instinta boite no Rio de Janeiro.Mariza namorava Cláudio









Evandro conhecí Mariza Sommer pessoalmente na estinta boate Le Bateau no Rio de Janeiro nos anos 70.Ela era muito bonita e charmosa.Essa boite era frequentada por Dona Yolanda Costa e Silva ex-primeira Dama do Brasil, já falecida, que também conhecí.Por onde será que anda Mariza?Não sabia que ela era prima de Elke Sommer,uma das estrelas dos filmes de 007.Vivendo e aprendendo!!!Um abraço Hamilton.

MARCIO LANDIN disse...

Evandro,

Em uma Miss QUERER é essencial! Enquanto me parece que ter um espírito Anti-Miss não é trabalhar autenticidade interior e sim produto de uma época conturbada do Concurso no Brasil ou uma rotulagem mal elaborada por pessoas sem conhecimento do Programa Miss Universo como muitas coisas são produto disso na Era 70 em termos educacionais.
Pelo biotipo das candidatas em 1974eram bonitas. O que me impressionas é a falta de "tato" dos organizadores que não preparavam bem elas e esclarecimentos preliminares sobre o que representaria aquela oportunidade para suas vidas. Não nos esquecamos que viviamos num país militar e fechado economicamente para o Mundo. É muito FÁCIL para mim criticar, mas é difícil organizar um concurso que é uma fanquia bem gerenciada por Assis Chateaubriand com imparcialidade e espírito conquistador e não mesquinho. O banner é oportuno para lembrar que uma loura brasileira concorre no mínimo com outras 20 louras, onde ela precisa ser o diferencial. Esse discurso que o Miss Brasil não dá dinheiro e que é produto supérfluo é texto para quem era em 70 O País do Futebol! Hoje vemos nós que não somos apenas isso e outros países menores que nós aprenderam mais cedo. Uma Miss Brasil recebe gratuitamente o passaporte para ser uma Embaixatriz de seu país lá fora e um carta de apresentaçã para inúmeras oportunidades que ela pode ou não optar por seguir, mas sabe ela hoje que representam cifras altas e que abraçando elas com determinação e vontade de vencer, seja ela em qualquer outra função o Miss Brasil foi sua primeira e saudável experiência que leva para a vida inteira e poucas hoje podem referendar isso. Ou porque absorveram esse provincianismo nosso ou porque hoje reduziram o Concurso a candidatas que precisem mais do bisturi e dos acordos com jurados e patrocinadores que com o ítem beleza propriamente dito ou profissionalismo. Pode até não ser nada disso e eu ser leviano ou vesgo na maneira de ver este concurso. Mas é a imagem que passa quando vejo uma Miss de um país menos desenvolvido que o nosso ou quando uma de um país superdesenvolvido dar mais valor a sua vencedora que nós mesmos. Isso vem da Colômbia que para eles sagrou com festa memorial a grande conquista. Nós nem sempre agimos assim. Em 1974, Mariza Summer tinha faro de Miss, Olhos de Miss e quis ser Miss tanto que foi mais longe sendo loura e linda, e brasileira. É curioso como sabemos divulgar e sediar o Carnaval em uma festa global e até Copa e Olimpíadas não saibamos escolher nossas misses ou levar suas melhores representantes para uma passarela. Tenhamos tantas moelos famosas e tantos estilistas e poucas e raras Misses Universo, Mundo e Internacional. Poderia ser muito para o Haiti, mas não é o caso do Brasil.

Anônimo disse...

Não dá pra entender essas moças: entram nos concursos, depois que ganham, não querem ser Miss, fazem o possível para não ganharem os Concursos de Miss Universo e, quando retornam ao Brasil, renunciam: Carmen Ramasco, Sandra Guimarães. Carmem até poderia ter ido mais longe no MU 67, mas a Sandra não chegaria no TOP 12 mesmo! Isso é um desrespeito com a organização do Concurso e com nós, amantes da beleza nacional!

Anônimo disse...

Ah, ia esquecendo: teve aquela Miss dos anos 60 que tb renunciou....agora não me recordo, foi bem no ínício da década mesmo: Rteria sido a fraquinha Stael Abelha?

Anônimo disse...

Sem vcontar com os xiliques da Adalgisa Colombo que lhe renderam o 2º lugar: dizem que ela até se recusou em cumprimentar um famoso ator de Hollywood lá, nos EUA , durante o concurso, alegando que a "estrela" era ela , e não ele. Em 66, Ana Ridzi tinha td para ganhar, mas levou o namorado e a irmã gêmea. Deixava a irmã gêmea no hotel ou nos ensaios e saía com o namorado, enganando a produção do Miss Universo? Resultado: foi a primeira Miss brasileira (e uma das mais belas) a não figurar no TOP 12 da história!

MARCIO LANDIN disse...

Exato esses comentários são lúcidos e válidos. E não devemos ter receio de os falar. Realmente até eu que não sou missólogo assisti a entrevista dada por Falabella na TV Globo em que estiveram juntas Martha, Adalgiza e Ieda Vargas. Percebi o olhar de Martha para Adalgiza quando disia categoricamente que perdeu porque estava noiva, etc. Perdeu tb porque não fez o que Martha e Ieda fizeram muito bem. Até Martha Vasconcellos que entrou por conta dos amigos, e não foi tão bem preparada como foi Ieda, dá pra perceber até com o cuidado das fotos daqui do MU! É nítido isso. Se não fossem pessoas como Evandro e outros que a adoram, a interpretação dela...era horrível pelos fãs que não a tiveram visto ou consultado as revistas. Martha Rocha participou de tudo humildemente, não teve a pomposa coroa e o manto no Brasil, mas sua beleza era inegável, não desdenhou de ninguém e fez o que dizer o Brasil é uma pais HOSPITALEIRO! Todos gratuitamente a abraçaram. E o Rio, mais tarde percebeu o imã que ela tinha nas noites cariocas. Esteve ao lado de Getúlio Vargas, de altas personalidades em bailes e incrementou as noites por décadas. Sofreu muito, mas conservou seu porte e elegância e se voltou para o mundo das artes. Afinal era descendente de alemães e viveu no momento mágico dos anos 50 numa Bahia que não se vê. Ieda por sua vez, se dedicou à familia, fez um papel nobre sempre que foi convidada a se apresentar. Admiro as duas também. Martha Vasconcellos é outra que soube dar valor ao título que recebeu, mesmo não tendo o mesmo preparo que e outras ao meu ver, hoje orgulha a todos nós, com prêmios. Nunca decepcionou e no concurso eu diria que foi irretocável o tempo inteiro até quando entregou a coroa, foi simples, se conservou assim e optou pela família, seguindo depois a sua formação profissional. Enfim, tb fiquei sabendo de tudo isso, por consultas em sites, por leituras em algumas revistas, bloggers como o de Evandro que é uma escola. Agradeço a paciência de vcs em meus discursos e opiniões nordestinas...rs

ML

Juju disse...

Marcio, vc não é leviano nem vesgo. Bendita suas palavras, realmente...onde estão nossas moças ORIGINALMENTE belas e, com certeza esperando uma oportunidade para, através de sua beleza, investir profissionalmente? Com certeza elas existem e estão sendo trocadas pelos horrorosos decotes preenchidos com silicone ou por cabecinhas vazias apesar da formação acadêmica.
J'adore todos vcs!
Juju

Anônimo disse...

...é não dá mesmo pra entender! O sr. Roberto Carlos, não satisfeito em ter seu enfadonho"especial" anual na Globo, resolveu, por conta de seu aniversário profissional(50 anos\)fazer vários, haja!!! O Brasil para pra ver as exéquias de Michael Jackson...surgem imitadores de todos os lados, a juventude consome rock,os filmes da tv no Brasil são em sua maioria internacionais(americanos) e vem dizer que "Miss" é alienação???? Ora, faça-me o favor...há quem goste de Roberto, de Michael, de Copa do Mundo, Olimpíada etc...Nós gostamos de misses...dá licença!?
Sandra era(é) linda e deveria fazer parte sim das semi-finalistas de 74, aliás um grupo muito esquesito de candidatas, algumas ~muito feias mesmo, mas o que foi ...foi. Sandra na época era melhor, talvez até hoje, que Amparo Muñoz...coisas da vida...Viva o Brasil e suas misses tão injustiçadas...mas, guerreiras e lindas...Abraço a todos! Hilton

hilton disse...

...cadê o JAP?

Anônimo disse...

AQUI!!!!!!!!!!!!!!quando apareço, é só eu.quando todos aparecem, só eu fico de fora, chego atrasado...Gostei dos comentários de todos;sem bajulação!As 3 finalistas eram lindas e igualmente sósias!venceu a que queria, na hora, com mais vontade e em 2ª votação.realmente,:difícil escolher!Foi o caso do MBM deste ano.vou rever esse concurso, se tiver em vídeo no youtube ou em mais fotos.Aquele ano de 74 foi duro para os concursos!MI, não sei...Abraços, JAPÃO

Anônimo disse...

Pô JAP vê se não some!!!!!sou fã da beleza de Sandra...ela era muito jovem e lindaaaaaaaaa...Abraços a todos Hilton

Anônimo disse...

Marisa Sommer e Janeta Eleomara: duas mulheres belíssimas, duas louras inesquecíveis, de tirarem o fôlego mesmo. Parabéns, Evandro, pela matéria sobre essas duas espetaculares mulheres que quase chegaram à vitória do Miss Brasil 1974!

PESQUISE QUALQUER ASSUNTO AQUI NO NOSSO BLOG

,

,

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS UNIVERSO 1967 ##################

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA  MISS UNIVERSO 1967 ##################
SYLVIA LOUISE HITCHCOCK, MISS USA e MISS UNIVERSO (IN MEMORIAM)

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################
CARMEN SÍLVIA DE BARROS RAMASCO, MISS SÃO PAULO e MISS BRASIL

,

,

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

********************************* NOSSAS VICES-MISS UNIVERSO ********************************

********************************* NOSSAS  VICES-MISS UNIVERSO ********************************