quarta-feira, 3 de junho de 2009

SÉRIE TIRA-TEIMA MISS UNIVERSO 97



Caríssimos amigos chegamos num ano da série "tira-teima" que não tenho muita coisa a dizer.O concurso Miss Brasil 97 foi realizado fora do eixo Rio/São Paulo, na cidade de Teresina/PI. Nayla Fernanda Affonso Micherif venceu o Miss Brasil 97 e partiu para Miami Beach, Flórida, cheia de esperanças. Segundo dados na enciclopédia Wikipedia obteve a 57ª posição no concurso, num universo de 74 candidatas. A vencedora do Miss Universo foi a Miss USA, Brook Antoinette Mahealani Lee que mesmo com uma beleza considerada crítica encantou a todos na "final question". Abraços

17 comentários:

Anônimo disse...

...qeu bom!!! Fotos deste ano são raras...jamais havia visto Nayla nas preliminares...
Venceu o charme e a modernidade( tipo 2007 com o Japão)...

Anônimo disse...

Ô mulher feia essa Nayla!

J. Botafogo disse...

Como "Miss" Brasil, acredito que Nayla não seja o "monstrengo" dito pela maioria. Tinha um belo porte, pernas bonitas e garra para defender a nossa Pátria; não foi de brincadeira. Sobre a sua desclassificação, o "Miss" Brasil estava em completa escuridão e ela deve ter ido extremamente despreparada ao "Miss" Universo. Nayla era natural, sem plásticas e um tipo que muito lembra Carmen Mayrink Veiga. Temos misses brasileiras bem menos desprovida de beleza. Para citar uma delas, Juliana Borges, com as suas 19 cirurgias reparativas, sem um mínimo de atração física e uma testa muito grande.
Abraços.

Anônimo disse...

É, o corpo de Nayla parece bom,um pouco magro, não as pernas, mas fico imaginando a minha queridinha Miss RN que foi sua vice nesse tira-teima...a história seria outra. Não assisti ao MB dE então, só vi o resultado em revista, por um acaso. Será que a norte-riograndense era tão apagada assim? ou não sabia falar em público, quero acreditar nisso!Desculpem a crítica, mas é difícil esquecer aquela belezinha . Abraços, JAP

Anônimo disse...

...Nayla foi eleita numa época de gde tristeza para quem gosta de assistir aos certames de beleza...Miss Brasil? Ninguém sabe...ninguém viu!!! Mas, pela foto ela é bem mais esguia e elegante do que a vencedora...Aliás, esta havaiana venceu pela descontração e bom-humor, coisa que poderia haver em algumas moças brasileiras, todas muito tensas, principalmente na hora das entrevistas...Lembro de uma revista em que Martha(MU68)brincava alegremente como se fora uma coelhinha, para deleite das outras moças que sorriam das "palhaçadas" de nossa eterna Martha( acho que esse nome nasceu pra ser eterno entre as misses!)...É isso aí! Larissa, descontração e suavidade, calma na hora da entrevista, deixe fluir a sua sabedoria, segurança nas respostas e sorria, brinque, pq, o MU é só uma séria brincadeira pra nos divertir e a vcs também...Boa sorte querida, de verdade!Hilton

Anônimo disse...

A informação da classificação não procede. Na Wikipedia há a classificação de "Preliminary scores". Ou seja, as notas iniciais, e não a classificação final.
No ano de 1993, Leila Schuster fica em 1º lugar nos "Preliminary scores", e não se posiciona entre as 5 na classificação final.
Acho que merece uma correção, já que o blog é tão bacana e traz informações e imagens tão preciosas.

J. Botafogo. disse...

Desculpem, lê-se: cirurgias reparadoras.
Grato!

ML disse...

Considero os fãs de cada Miss Brasil. São meninas que representam seus estados de origem e que por alguma razão foram eleitas através de seus comitês organizadores. Gostaria de me omitir de dar opinião sobre Nayla Micherif, talvez por estar acostumado a ver a maioria de belas representantes nos anos 50,60principalmente, não que tenham sido de minha época. Não. Realmente as descobri através de revistas e bloggers. A partir de 1971, acompanhei algumas delas. Não me acho na condições de sentenciar sobre a beleza dessas moças. Mas o que sobra de registro não nega. Por isso avalio o que vejo. Vejo que houve alguma precipitação tanto na escolhas de MB e MU naqueles anos tenebrosos. Comento isso desde 1988 que ficou mais marcado em minha mente, para não falar em 1978, algumas outras como Juliana Borges. O que importa é que o Brasil tem belezas demais para desperdiçar e não escolher fortes candidatas, com preparo, beleza, desenvoltura e concordo: Miss tem que ter carisma, simpatia, leveza: veja Dayana, brincava com todos. Também Martha quando era entrevistada. A era da seriedade escessiva havia acabado, porém a seriedade e a naturalidade de uma Miss é como falar o tempo todo com uma autoridade sentada ao banco de uma poltrona, rir com ela de fatos comuns, conhecer sua elegância, sua educação, lhe apertar as mãos, ganhar algum beijo e depois descobrir quem é aquela pessoa. É um presente divino. O culto excessivo a forma, a certas posturas frias, desclassificaram infelizmente belas misses louras da Finlândia. Um abraço.
Porém, falta de beleza, ou se compensa com graciosidade e elegância dosada ou é melhor outra opção. É como se a taça fosse de vinho fino, mas falta mais alguma coisa...


ML

EVANDRO SILVA disse...

Meu prezado anônimo:
Se a informação da Wikipedia não procede isso não é um problema meu, pois não inventei nenhum dado. Outra coisa, a classificação das preliminares é a que conta para as misses que não participaram das semifinais. Se você quiser outra fonte veja o site http://www.geocities.com/Hollywood/Mansion/9905/SPP.html, nele você verá a classificação dos 74 países que participaram do Miss Universo 97, onde consta que a brasileira obteve a 56ª posição com 8,14 escores. Abraços

ML disse...

Evandro....não precisava palavras ....parabéns, como sempre...Toda Miss respeita outra superior...me lembro de Adalgiza em uma entrevista.... Jamais houve alguma candidata tão bela quanto Martha Rocha... E Martha Vasconcellos ao falar dela também...Martha Rocha continua sendo a mais bela. Muito bem. Isso no falar. No agir, sendo apresentadora, no mínimo deveria ter dado mais espaço a Dayana. Pois bém..o resto já foi dito e as consultas estão aí. Ninguém pode negar.

Anônimo disse...

Agradeço ao senhor o esclarecimento de que os "preliminary scores" determinama classificação das participantes.
Muito gentil e elegante em sua resposta.
Obrgado

Anônimo disse...

duas feiúras: a NAYLA, sem comentários, parece uma traveca em fim de carreira: a americana, até torta era, toda troncha....esse ano é pra esquecer mesmo na história dos concursos de miss!

Anônimo disse...

Vendo as fotos, é que faz-se valer o dito popular: BRIGA DE FOICE NO ESCURO! 1997 é pra esquecer mesmo no cenário da beleza universal!

Anônimo disse...

Vendo as fotos, é que faz-se valer o dito popular: BRIGA DE FOICE NO ESCURO! 1997 é pra esquecer mesmo no cenário da beleza universal!

Anônimo disse...

A foto desas duas é o que podemos chamar de BRIGA DE FOICE NO ESCURO! rsrsrsrsrs (Marcelo Pereira/Imperatriz-MA)

Anônimo disse...

Ah, Sr. J. Botafogo, me perdoe, mas comparar a monstrenga da NAYLA a exuberante Carmem Mayrink Veiga é simplesmente uma heresia...

Anônimo disse...

Ao Anônimo:

Já eu não acho a comparação uma heresia não; eu acho um DEVANEIO mesmo!

PESQUISE QUALQUER ASSUNTO AQUI NO NOSSO BLOG

,

,

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS UNIVERSO 1967 ##################

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA  MISS UNIVERSO 1967 ##################
SYLVIA LOUISE HITCHCOCK, MISS USA e MISS UNIVERSO (IN MEMORIAM)

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################
CARMEN SÍLVIA DE BARROS RAMASCO, MISS SÃO PAULO e MISS BRASIL

,

,

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

********************************* NOSSAS VICES-MISS UNIVERSO ********************************

********************************* NOSSAS  VICES-MISS UNIVERSO ********************************