sábado, 15 de novembro de 2008

ODEON DE HERODES ÁTICO PALCO DO MISS UNIVERSO 73




Meus amigos, em 73 o concurso de Miss Universo aconteceu em Atenas, Grécia, no cenário grandioso do Odeon Herodes Ático, com 61 candidatas no dia 21 de julho.
Para quem pensa que os concursos de beleza são apenas amenidades, poder-se-ia dizer que é um ledo engano. Existe o lado cultural, étnico e econômico também. O enriquecimento cultural também está inserido nos certames, afinal trata-se de uma atividade humana, com agregações sociais e que movimenta muito dinheiro. Para quem assistiu o Miss Universo em 73, ao vivo pela televisão Tupi ou mesmo agora em dvd notou a grandeza do cenário, ao ar livre, o vento soprando forte nas misses, deixando-as com os cabelos quase desgrenhados... foi um espetáculo maravilhoso. Nesta foto vemos seis semifinalistas:
Miss India - Farzana Habib
Miss Israel - Limor Schraibman
Miss Brasil - Sandra Mara Ferreira
Miss Colombia - Ana Lucía A. Correa
Miss Espanha - María del Rocío Martín Madrigal
Miss Grécia - Sicta Vana Papadaki

História

O Odeon de Herodes Ático é um antigo teatro localizado na vertente sul da Acrópole de Atenas, na Grécia. Foi construído por Herodes Ático, de importante família ateniense, para perpetuar a memória de sua falecida esposa Regilia. As obras começaram possivelmente em torno de 174.

Quando intacto o Odeon era uma estrutura coberta, e podia receber até 5 mil espectadores. O vão da platéia (koilo) tem 76 m de diâmetro, e foi escavado na rocha da colina. Os assentos eram de mármore branco, dividos em duas seções por um corredor. A orquestra tem 19 m de diâmetro, e o cenário, de três níveis, chegava a 28 m de altura, com diversas prótases (pórticos em projeção) com colunas, e nichos para estatuária, sendo ladeado por escadarias, e com uma galeria (metaskenio) voltada para o exterior, revestida de mosaicos, detalhe repetido na decoração das entradas.

A construção do teatro foi muito demorada e dispendiosa, tanto pelos materiais nobres, como o mármore e o cedro, quanto pelas técnicas construtivas avançadas empregadas na cobertura, de 38 m de diâmetro, que não tinha fixação interna, algo incomum mesmo nos dias de hoje.

Na invasão dos hérulos de 267 o teatro foi arrasado, e jamais foi restaurado. Mais tarde sua estrutura foi incorporada às muralhas de Atenas. Com o passar dos séculos suas partes inferiores foram cobertas de entulho, o que fez com que o viajante italiano Niccolo da Martini imaginar que se tratava de uma ponte.

No século XIX foram iniciadas escavações, removendo toneladas de terra, uma restauração foi levada a cabo nos anos 50, e desde 1957 voltou a ser usado para apresentações e festivais.(Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Odeon_de_Herodes_Ático)
Crédito das Fotos: 1- Acervo Mr Gregory Galantis (Grécia) e 2 - Internet

2 comentários:

MÁRCIO LANDIN disse...

Seu comentário está completo ao meu ver meu caro amigo Evandro! O MU é "desprezado" aqui no Brasil por pessoas que infelizmente não possuem a compreensão necessária de sua grandeza. A significação da vitória um título de MU, a organização e a candidatura de uma sede, a estrutura que devem ter e a propagação da imagem do concurso nos quatro "cantos da Terra", isto é, nos Cinco Continentes: América, Europa, Ásia, Austrália e África, revelam o "interesse econômico" e "cultural" de quem o idealizou e estruturou nessa nova fase de 1952 a 2008. Em nossos dias, o país que entende esse "leiaut" ou essa projeção, ganha não somente uma "simples coroa" com pérolas, como satsfação de um mero desejo egoísta, mas garante a projeção turistica através do sucesso de sua representante, agregando produtos e lucros. Também a conquista de um título de MU não é obra do acaso, como vimos em anos ateriores, mas também resulta dessa percepção internacional que possui. Investem-se em rede de hotéis, redes de comunicação, em cenários, produção de espetáculos, coreógrafos, estilistas, empresas de produtos de beleza e patrocinadores. E tudo isso fica evidente quando temos o prazer como telespectadores ou espectadores de visualizar as diferentes culturas do Planeta e também das diferenças linguísticas, hábitos e costumes dessas nações, além claro de dar o proporcionarar a jovem candidata o prazer de divulgar a si mesma e seu País, ocupando o espaço de uma
clebridade nos veículos de comunicação e trabalhar pelos ideais jurados nesse concurso, valorizando a mulher e lhe até gerando uma expectativa de carreira como modelo, apresentadora, ou atividade artística, bem como melhorar sua vida como ser feminino. É o caso de algumas "orientais" superam preconceitos e desigualdades sociais muito grandes em seus próprios países para participarem do concurso, abdicando do uso de roupas e enfrentando proibições. Também fica superado o jargão da daleza pela beleza apenas, mas é resultado da soma de um todo de conjunto da beleza vencedora: apresentação, o usa da linguagem estranjeira, desenvoltura no desfilar e por fim a parte estética da Miss Universo e a empatia com jurados e com o público que a elege como ídolo. Creio que tudo que dissermos aqui nada representa, comparado a emoção de quem já foi uma Miss e claro tenha se visto como uma pessoa que levou mais longe o nome e as tradições de seu próprio País, recebendo uma faixa em sua cidade, em seu estado, nacional e outra como Miss Universo, somado a todos os protocolos que tal concurso exige.

Anônimo disse...

Legal , o que vocês disseram! Na noite da competição, não dava conta dos 'riscos' do vento e da vulnerabilidade do estádio. Hoje vi a uma reportagem da modelo Schynaider, do Piauí. Já tinha ouvido falar no nome dela mas não ligara ao fato de que era piauiense, e linda. Por que não concorreu à Miss? Seria uma forma de promover o Estado. ela é linda, parece mais linda que Anna Hickmann. Tudo o que aparece em relação a um estado ou país e promoção, seja positiva ou negativa, todos sabem. O Chile iria organizar o MU 2009 com patrocínio de empresários brasileiros e...esfumaçou. Custaria US$9mi e o retorno de 38mi. abraços, JA

PESQUISE QUALQUER ASSUNTO AQUI NO NOSSO BLOG

,

,

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS UNIVERSO 1967 ##################

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA  MISS UNIVERSO 1967 ##################
SYLVIA LOUISE HITCHCOCK, MISS USA e MISS UNIVERSO (IN MEMORIAM)

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################
CARMEN SÍLVIA DE BARROS RAMASCO, MISS SÃO PAULO e MISS BRASIL

,

,

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

********************************* NOSSAS VICES-MISS UNIVERSO ********************************

********************************* NOSSAS  VICES-MISS UNIVERSO ********************************