sábado, 27 de fevereiro de 2010

TRAJES TÍPICOS BRASILERIOS NO MISS UNIVERSO - DÉCADA DE 50



Ilustres amigos, finalizando os trajes típicos no Miss Universo por década, eis aqui os primórdios do Miss Brasil, os anos 50. Depois do fim da 2ª Grande Guerra o mundo tentava esquecer os horrores do holocausto e dos milhões de vítimas ceifadas pela prepotência e ganância dos governantes desumanos, nada melhor do a beleza da mulher para acalentar sonhos e esperanças de um mundo melhor. Assim os concursos de beleza voltaram a surgir novamente, na Europa foi criado o Miss Mundo em 1951 e nos Estados Unidos, por um capricho da Miss América 51, Yolande Betbèze que não quis posar com um maiô da marca "Catalina" que era um dos patrocinadores, surgiu um novo certame denominado Miss Universe em 1952. O Brasil ficou de fora nos dois primeiros anos, iniciando a primeira participação em 1954 com Martha Rocha, a baiana que deixou os americanos embasbacados. Muito bem, no começo do Miss Brasil quando era realizado em Petrópolis, não havia no programa o desfile das misses em traje típico mas quando iam concorrer ao Miss Universo, em Long Beach-CA, tinham por obrigação levar um "national costume" para descer do avião vestida à carater, prática essa que foi abolida em Miami Beach, Flórida. Ninguém sabe ao certo se foi porque Martha Rocha era baiana ou porque Carmem Miranda fazia muito sucesso em Hollywood, o certo mesmo é que Alceu Penna confeccionou um traje de baiana e Martha Rocha iniciou a trajetória das Misses Brasil levarem na bagagem uma indumentária inspirada nos trajes das baianas de Salvador. Emília Corrêa Lima teve sua fantasia intitulada de "a cearense" criada também por Alceu Penna. Maria José Cardoso preferiu levar um traje de "prenda" gaúcha. Teresinha Morango, Adalgisa Colombo e Vera Ribeiro mantiveram a tradição e foram de baiana, inclusive Adalgisa Colombo levou duas fantasias de baiana, uma prateada para usar durante o dia e outra dourada para a noite, criadas por Giselle Amaral. O traje típico "baiana" não foi originalmente inspirado em Carmem Miranda, ao contrário, tem como tema central a indunentária da vestimenta das baianas, da Bahia. Só bem recentemente é que algumas Misses Brasil usaram fantasias estilizadas à moda Carmem Miranda. Em Long Beach os trajes típicos não eram avaliados pela comissão julgadora, era um item da programação do concurso visando mais o aspecto cultural, era a grande parada das Nações pelas avenidas de Long Beach com as misses em seus trajes típicos desfilando em pedestais ornamentados. Como esse espetáculo devia ser bonito! Bom final de semana para todos!

2 comentários:

Adriana Alvarenga disse...

Baianas ! Trajes típicos ultrapassados e bastante usados nos concursos do Miss Brasil e Universo. Falta de criatividade!

MARCIO LANDIN disse...

Realmente é uma repetição... repetição que no Rio poderia também ser abolida nas Escolas de Samba...eita trajezinho ultrapassado sô... ainda dá enredo por aí...pois é... quanta coisa !!!! E tem quem venha para aqui ver essa gente.
Nossa....

ML

PESQUISE QUALQUER ASSUNTO AQUI NO NOSSO BLOG

,

,

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS UNIVERSO 1967 ##################

################### 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA  MISS UNIVERSO 1967 ##################
SYLVIA LOUISE HITCHCOCK, MISS USA e MISS UNIVERSO (IN MEMORIAM)

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################

############## 50 ANOS DA ELEIÇÃO DA MISS BRASIL UNIVERSO 1967 #################
CARMEN SÍLVIA DE BARROS RAMASCO, MISS SÃO PAULO e MISS BRASIL

,

,

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

############################## PANTEÃO DO BLOG ###########################

********************************* NOSSAS VICES-MISS UNIVERSO ********************************

********************************* NOSSAS  VICES-MISS UNIVERSO ********************************